Entrar / Criar conta

Entrar

Esqueceu a sua senha?

CRIAR CONTA

Criar conta

0

Motor fumando: Fumaça pode indicar problema no motor

Motor fumando: Fumaça pode indicar problema no motor

Identificar a cor da fumaça que sai do escapamento pode indicar o que está acontecendo dentro do motor e ajudar na hora de tomar medidas para evitar problemas maiores

Fumaça branca com motor frio ou quente

Um pouco de fumaça branca não muito espessa, ou seja, que se dispersa rápido, é normal ao ligar o motor, principalmente no inverno.







Ao queimar um hidrocarboneto -diesel ou gasolina- se gera vapor de água. Ao desligar o propulsor, o frio do exterior condensa esse vapor e faz com que saia um pouco de água pelo escapamento.

Depois que a temperatura do motor aumenta, essa água se evapora e gera uma fumaça branca que não costuma ser muita.

Se persistir e a fumaça aumentar, normalmente indica um problema de refrigeração: parte do anticongelante entra no cilindro e se mistura com o combustível.

Essa fumaça tem um cheiro peculiar e vem acompanhada de falhas na temperatura; o mais provável é que a junta da colaça esteja queimada e seja necessário substitui-la por uma nova.







Fumaça com cheiro forte e azulada

Se a fumaça do escapamento sai um pouco azulada e solta um cheiro de queimado, o que sucede é que esta entrando óleo na câmera de combustão. Existem quatro possíveis motivos para que isso aconteça:

1. A junta da colaça está em mal estado e o óleo acaba entrando na câmera de combustão.

2. O turbo está gasto e o óleo que lubrifica o seu eixo se cola no circuito de admissão. A fumaça sai principalmente quando se acelera forte.

3. Que os retentores de guia de válvula estejam gastos: a fumaça sai pelo escape quando soltamos o acelerador. Isso acontece por que se gera um vácuo nos cilindros e absorvem o óleo que escorre pelas válvulas.

4. Que o motor esteja gasto (normalmente os pistões). Neste caso, sempre há presença de fumaça, mas principalmente ao acelerar.

Isso ocorre por que o óleo lubrificante entra para a câmera de combustão pelo espaço entre a parede do cilindro e pistão.



Fumaça preta ao acelerar

A fumaça preta se deve a uma má combustão do diesel, normalmente por um excesso de carburante (ou falta de oxigênio) ou por uma má pulverização dos injetores.

É produzida quando se acelera fundo; se é somente por um instante, pode ser normal, mas se a fumaça negra persiste é quase certo que existe um problema.

Na maioria das vezes se deve a um problema na válvula de recirculação dos gases de escape (EGR): ao pisar no acelerador deveria fechar-se para que entrasse somente ar limpo e rico em oxigênio no cilidro, com o objetivo de regular a combustão do excesso de combustível injetado ao acelerar.

Se não se fecha, o carburante continuará se misturando com o gás de escape recirculado; ao ter menos oxigênio, o diesel não se queima completamente e por isso sai a fumaça.

Se o filtro de ar estiver muito sujo o mesmo problema ocorre, por não permitir a entrada de ar de admissão. Mas se tudo isso está em perfeito estado, o falho pode estar em algum injetor que não pulveriza bem o combustível: se as gotas que injetam no cilindro são muito grandes, não se misturam com o oxigênio da melhor forma e ocasionam uma má combustão.







Sobre o Autor

SeuCarro.net: Notícias e novidades automotivas | Compra e venda de carros usados, seminovos e novos em todo o Brasil, publique anúncios ilimitados grátis ! Vender carro

Deixar um comentário

Comentários Facebook

© 2017 SeuCarro.net Classificados

uma empresa Uniforce Tecnologia | Fale Conosco

ThemeMakers